quinta-feira, 10 de abril de 2014

Lista de Exercício 3º Ano 2014

Colégio Estadual Rotary
Disciplina: História Série: 3o. ano Turma: ________
Professora: Ademilde Menezes - Data: ____/_____/2014.


Atividade de História – 3,0 (total)


INSTRUÇÕES:
√ A ATIVIDADE PODE SER REALIZADA INDIVIDUALMENTE, EM DUPLA OU NO MÁXIMO EM TRIO;
 AS QUESTÕES DEVEM SER RESPONDIDAS COM CANETA DE TINTA AZUL OU PRETA;
√ PARA RESPONDÊ-LAS CONSULTE OS CAPÍTULOS 1 a 7 DO LIVRO;
 LEIA ATENTAMENTE AS QUESTÕES ANTES DE RESPONDÊ-LAS;
 NÃO USE CORRETIVO NO GABARITO EM NENHUMA HIPÓTESE;
 AVALIAÇÃO COM CONSULTA, QUESTÃO RASURADA SERÁ ANULADA;
 SERÁ ENTREGUE APENAS O GABARITO.



1. (UFRS) Sobre o imperialismo do século XIX são feitas as afirmações abaixo:
I. Constituiu uma marca do capitalismo em sua etapa monopolista financeira.
II. Esteve associado à disputa entre as nações industriais por mercados consumidores.
III. Estimulou a política econômica mercantilista dos estados absolutistas.
IV. Manteve acesa a crença da superioridade europeia em relação aos povos colonizados.
V. Contribuiu decisivamente nas rivalidades que geraram a Primeira Guerra Mundial.

Quais estão corretas?
a) Apenas I, II, III e IV. b) Apenas I, II, IV e V. c) Apenas I, II, III e V.
d) Apenas I, III, IV e V. e) Apenas II, III, IV e V.

2. (FGV-SP)
“A idéia que mais me acode ao espírito é a solução do problema social, a saber: nós, os colonizadores, devemos, para salvar os 40 milhões de habitantes do Reino Unido de uma mortífera guerra civil, conquistar novas terras a fim de aí instalarmos o excedente de nossa população, de aí encontrarmos novos mercados para os produtos das nossas fábricas e das nossas minas.” C. Rhodes, 1895
O texto acima expõe a/o:
a) única necessidade de novas áreas para o reaquecimento do comércio após as derrotas de 1914.
b) problema da crise social e econômica, no Reino Unido, e a opção por uma política imperialista e neocolonial;
c) problema da desqualificação da mão-de-obra que leva ao desaquecimento na economia do Reino Unido, provocando uma política de abertura para novos mercados.
d) busca por matéria-prima como questão fundamental para solucionar a crise política e social no Reino Unido.
e) crise econômica nas colônias que deve receber uma política de incentivos aos assentamentos e à industrialização.

3. (Univali-SC) Desde a Guerra Franco-Prussiana até 1914, houve uma verdadeira corrida armamentista na Europa para sustentar as ambições nacionalistas e imperialistas. As indústrias bélicas aumentaram suas produções, os exércitos cresceram e as marinhas de guerra, especialmente inglesa e alemã, aumentaram suas frotas. Esta política armamentista onerava os governos, provocando reações pacifistas. Em 1899, o Czar Nicolau II organizou a 1ª Conferência de Paz em Haia, sem grandes resultados. O armamentismo não foi
contido e preconizou-se a prática do arbitramento para solucionar graves questões.
A Paz Armada é historicamente conhecida com a:
a) política de tratados e alianças entre as potências europeias, caracterizada pela corrida armamentista que antecede ao Primeiro Conflito Mundial.
b) política internacional europeia que caracterizou as relações entre vencidos e vencedores da I Guerra Mundial, numa forma revanchista de manter a situação geoeconômica e pós-guerra.
c) política desenvolvida por Hitler a partir de 1933, apesar do Tratado de Versalhes, que tentava impedir o rearmamento alemão após a I Guerra Mundial.
d) frustrada política desenvolvida pela Liga das Nações entre as duas Guerras Mundiais, no sentido de equilibrar os interesses das potências evitando mais conflitos.
e) política de guerra fria que passou a caracterizar as relações entre bloco capitalista e o bloco socialista após 1945.

4. (UFSE) A Revolução Russa de 1917 constituiu-se em um desafio concreto à ordem burguesa e capitalista, na medida em que
a) deu início à penetração das ideias marxistas na Europa Ocidental, terreno fértil entre os intelectuais de esquerda e entre as massas operárias.
b) possibilitou a transformação da sociedade e das relações sociais de produção, extinguindo a propriedade privada e socializando os meios de produção.
c) provocou desequilíbrios econômico-sociais no país, acelerando as transformações nas estruturas da sociedade e do processo de produção.
d) promoveu o enfraquecimento da burguesia industrial, vinculada ao capital estrangeiro e representante dos interesses europeus na época.
e) favoreceu a criação de uma consciência revolucionária entre o proletariado de todos os países da África.

5- (UFPR) Referindo-se ao conflito que começou com a guerra da Inglaterra e França contra a Alemanha em 1939, Winston Churchill afirmava em seu discurso no Parlamento, em 21 de agosto de1941: “Esta guerra, de fato, é uma continuação da anterior”. Pode-se afirmar que esta perspectiva de análise é acertada, uma vez que:
a) Os países vencedores da Primeira Guerra Mundial tiveram um comportamento revanchista em relação a Alemanha, principalmente a França, que sempre temeu a recuperação política econômica daquele país, seu tradicional inimigo.
b) As indenizações exigidas pelos vencedores da Primeira Guerra Mundial foram tão pesadas que, somadas às outras cláusulas do Tratado de Versalhes, criaram na Alemanha um clima de ressentimento que alimentou a ascensão nazista.
c) A situação interna da Alemanha, cuja recuperação após 1919 repousava em bases frágeis, deteriorou-se acentuadamente diante das consequências do crack da Bolsa de Nova York em 1929
d) O enfraquecimento pela derrota não impediu que a Alemanha, durante o período de 1919-1939, reativasse sua influência sobre a Europa Central.
e)Derrota na Primeira Grande Guerra em face da instabilidade política durante a década de 1920, a Itália adotou o facismo após a crise econômica de 1929.

6- A entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial foi devido:
a) A invasão da União Soviética por Hitler, rompendo acordos anteriores.
b) A construção da base militar de Pearl Harbor em 8 de dezembro de 1941.
c) A invasão da Alsácia e Lorena, que pertenciam aos Estados Unidos.
d) O ataque dos japoneses a base militar dos Estados Unidos de Pearl Harbor, no oceano Pacífico.
e) Ao ataque direto do território americano.

7- As bombas atômicas lançadas pelos Estados Unidos sobre Hiroshima e Nagasaki foram:
a) Uma maneira dos aliados vencerem a guerra que já estava praticamente vencida pelos japoneses e alemães.
b) Uma demonstração da força militar dos Estados Unidos ao mundo.
c) Uma imposição da Alemanha que já havia assinado rendição.
d) Uma imposição da ONU.
e) Uma decisão da Conferência de Ialta.

8. (Univali-SC) Desde a Guerra Franco-Prussiana até 1914, houve uma verdadeira corrida armamentista na Europa para sustentar as ambições nacionalistas e imperialistas. As indústrias bélicas aumentaram suas produções, os exércitos cresceram e as marinhas de guerra, especialmente inglesa e alemã, aumentaram suas frotas. Esta política armamentista onerava os governos, provocando reações pacifistas. Em 1899, o Czar Nicolau II organizou a 1ª Conferência de Paz em Haia, sem grandes resultados. O armamentismo não foi contido e preconizou-se a prática do arbitramento para solucionar graves questões.
A Paz Armada é historicamente conhecida com a:
a) política de tratados e alianças entre as potências europeias, caracterizada pela corrida armamentista que antecede ao Primeiro Conflito Mundial.
b) política internacional europeia que caracterizou as relações entre vencidos e vencedores da I Guerra Mundial, numa forma revanchista de manter a situação geoeconômica e pós-guerra.
c) política desenvolvida por Hitler a partir de 1933, apesar do Tratado de Versalhes, que tentava impedir o rearmamento alemão após a I Guerra Mundial.
d) frustrada política desenvolvida pela Liga das Nações entre as duas Guerras Mundiais, no sentido de equilibrar os interesses das potências evitando mais conflitos.
e) política de guerra fria que passou a caracterizar as relações entre bloco capitalista e o bloco socialista após 1945.

9. No século passado, ocorreu a crise de 1929. Assinale a alternativa que apresenta algumas das suas causas.
a) A superprodução de mercadorias e a saturação dos mercados consumidores.
b) O surgimento de ideologias, como o Fascismo e o Nazismo.
c) A diminuição do crédito bancário e o aumento de impostos para as importações.
d) O equilíbrio entre a produção agrícola e o comércio mundial.
e) A quebra da colheita e a demanda ilimitada da indústria automotiva.

10. De acordo com o Tratado de Versalhes, assinado em 28 de junho de 1919, o território nacional da Alemanha foi diminuído, suas forças armadas desmontadas e sua responsabilidade pela guerra definida em pesadas indenizações que deveriam ser pagas aos vitoriosos. Podemos afirmar que, em razão deste Tratado, surgiram condições favoráveis para:
a) a eclosão da revolução bolchevique, da qual surgirá mais tarde a primeira federação de repúblicas socialistas, a URSS.
b) o desencadeamento de uma violenta disputa por territórios coloniais na América Latina, que levaram ao rompimento definitivo da aliança que venceu a Primeira Guerra Mundial.
c) a uma crise econômica e social de grandes proporções e o aparecimento do nazismo
d) consolidou o processo de unificação da Alemanha liderado por Bismarck.
e) a divisão da Alemanha em dois estados nacionais independentes, um sob influência ocidental e outro, socialista.

11. (UFGO) Com o fim da Primeira Guerra Mundial, o liberalismo foi definitivamente questionado. Diante da depressão econômica, do clima de revanchismo e da lembrança traumática das trincheiras, os valores liberais dificilmente podiam se sustentar. O entre guerras assistiu à construção de uma nova ordem não identificada com a democracia liberal. Tal panorama, especialmente visível na Itália e na Alemanha, levou esses países ao encontro do fascismo. Sobre a conjuntura política do período, julgue os itens como certos ou errados.
( ) Depois da marcha sobre Roma, Mussolini foi chamado pelo rei Vítor Emanuel III, em 1922, para integrar o governo. Por sua vez, em 1933, Hitler foi nomeado pelo presidente Hindenburg para o cargo de chanceler. Ambas as lideranças chegaram ao poder em seus países por meio da legalidade.
( ) O culto à personalidade, uma política externa agressiva e o apelo ao esforço nacional eram características do fascismo alemão, mas não do italiano. Ao contrário de Hitler, Mussolini não se empenhava em cultivar a imagem de grande líder nacional.
( ) Os meios de comunicação, nesses países, desfrutavam de considerável liberdade de imprensa, criticando as opções políticas do regime fascista nos programas de rádio e nos jornais.
( ) As anexações territoriais eram importantes para os regimes fascistas, porque, de um lado, contentavam o orgulho nacional e, de outro, significavam possibilidades econômicas infinitas. Tais fatores, dentre outros, explicam a obsessão de Hitler pelo espaço vital, e o desejo de Mussolini pelo restabelecimento dos domínios do antigo Império Romano.
A sequência correta é:
a) C, C, C e E b) E, E, E e C c) E, C, C e E d) C, E, E e C e) E, C, C e E

12- (F. M. Itajubá-MG) Dois momentos marcantes na História americana, com repercussão em todo o mundo ocidental, foram o “crack” de 1929 e o “New Deal”. A que se referem essas duas expressões, respectivamente?
a) Quebra da Bolsa de Nova York e do sistema econômico; plano de restauração elaborado pelo presidente Roosevelt.
b) Derrota do Sul, na Guerra de Secessão; nova política do presidente Abraham Lincoln.
c) Surgimento do tráfico de drogas; plano de recuperação econômica, do presidente Wilson.
d) Entrada dos Estados Unidos na Primeira Guerra Mundial; plano de recuperação para a Europa.
e) Queda da hegemonia americana; restauração do sul dos Estados Unidos.

13. (UFSE) Pode-se afirmar que a principal razão do conflito mundial iniciado em 1914 foi
a) o choque dos imperialismos, de raízes econômicas, mas que se expressou de forma política e militar.
b) a crise econômica que afetou significativamente o campos político e social das nações europeias.
c) o revanchismo nacionalista, de origem étnica, mas que se expressou através da expansão colonialista.
d) o conflito religioso, de raízes políticas, mas que se expressou militarmente pela corrida armamentista.
e) a brusca queda do comércio internacional que colocou em evidência a fragilidade do sistema capitalista.

14.(U. Santa Úrsula-RJ-modificada) O final da 1ª Guerra Mundial (1914-1918) levou a derrota à Alemanha, que se viu obrigada a assinar o Tratado de Versalhes que intensificou a humilhação e o isolamento da Alemanha. Esse tratado determinou que:
a) seu território seria drasticamente diminuído, mas a Alemanha ficaria livre das pesadas indenizações.
b) a Alemanha foi responsabilizada pela guerra e por esse motivo obrigada a pagar aos aliados pesadas indenizações em dinheiro, além de devolver territórios como a Alsácia-Lorena.
c) o início da chamada “Guerra Fria” que perdurou até a década de 80, dando margem à formação de várias alianças entre os países vencedores.
d) ocorresse uma grande corrida armamentista dos países vencedores da guerra e domínio de outros países (Ásia e África) em busca de matérias-primas.
e) a Alemanha, apesar de derrotada, poderia participar da Liga das Nações criada ao término da guerra.

15. Univali-SC O mundo evoluiu tanto na época contemporânea, que saltam aos olhos o progresso e o desenvolvimento tecnológico. Mas, por que então surgem as guerras? Por exemplo, o que levou o mundo a deflagrar a I Guerra Mundial, com tantos avanços já alcançados?
Analisando a I Guerra Mundial (1914-1918), podemos considerar como correto:
a) O que causou a I Guerra Mundial foi ambição dos países europeus pela dominação dos continentes subdesenvolvidos, mas repletos de riquezas naturais e mão de obra barata, gerando o que se chamou de choque de imperialismos.
b) Os Estados Unidos, eternos concorrentes da Inglaterra, brigavam por mercados consumidores.
c) A principal causa da I Guerra foi a disputa econômica entre os países socialistas e capitalistas.
d) Na I Guerra Mundial foi confirmada a vitória do capitalismo sobre o socialismo.
e) A I Guerra Mundial foi causada pela ambição do Nazifascismo.

16. (UFSC-modificada) Em 1933, Adolf Hitler assumiu o título de Führer e anunciou ao mundo a fundação do III Reich (Terceiro Império) alemão. Começava uma longa série de crimes que a humanidade não pode esquecer.
Sobre esse fato, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S):
(01) A ideologia nazista pregava o mito da superioridade da raça ariana, encarnada pelo povo alemão. A necessidade de preservação da “raça pura” justificou a perseguição e eliminação dos judeus.
(02) A ascensão do nazismo pode ser explicada, entre outros fatores, pela incapacidade do governo em solucionar o colapso da economia alemã, provocado pela crise mundial de 1929.
(04) As leis raciais na Alemanha davam liberdade aos judeus de exercerem atividades comerciais e industriais.
(08) As ideias nazistas tiveram amplo apoio dos nacionalistas e comunistas. Viam-na, os primeiros, na esperança de impedir a influência estrangeira; os segundos, uma forma de combater a burguesia.
(16) Durante a Segunda Guerra Mundial, as autoridades nazistas passaram a executar a “solução final”, isto é, o extermínio total dos judeus.
(32) Ao término da Segunda Guerra Mundial, um número significativo de nazistas refugiou- se em países da América do Sul.
Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.
a) 03 b) 07 c) 25 d) 43 e) 51

17- Ao final da Guerra podemos afirmar que:
a) Os EUA consolida-se como grande potencia mundial e o enfraquecimento das antigas potencias europeias.
b) A Rússia consolida-se como superpotência europeia devido a Revolução Russa e rivaliza com os EUA o poderio militar mundial.
c) A Alemanha apesar de ter perdido a guerra ainda matem sua condição de império e a Inglaterra perde suas colônias na África.
d) O mapa político da Europa é pouco modificado em virtude da manutenção da antiga ordem colonial.
e) O Tratado de Versalhes representou um justo acordo entre vencidos e vencedores.

18) Quais os dois acontecimentos que definiram o desfecho da guerra a partir de 1917 ?
a) A saída da Rússia e entrada dos Estados Unidos no conflito.
b) A propagação do conflito as demais nações do globo e entrada dos Estados Unidos no conflito.
c) A saída da Rússia e a entrada da Itália no conflito.
d) A propagação dos ideais republicanos na França e a entrada dos Estados Unidos na guerra.
e) Os Estados Unidos retiram-se do conflito devido ao processo revolucionário que acontecia na Rússia e a guerra Fria.

19. Qual dos fatores abaixo NÃO está ligado à I Guerra Mundial enquanto causa?

a) A Crise Balcânica b) A disputa colonial c) A crescente procura de mercados e matérias-primas
d) Interesses da França em dominar o Império Austro Húngaro
e) Conflitos nacionalistas

20. (UFSJ-MODIFICADA) Leia o trecho a seguir.
"Horrorizai-vos porque queremos abolir a propriedade privada. Mas em vossa sociedade a propriedade privada está abolida para nove décimos de seus membros. E é precisamente porque não existe para estes nove décimos que ela existe para vós. Acusai-nos, portanto, de querer abolir uma forma de propriedade que só pode existir com a condição de privar a imensa maioria da sociedade de toda propriedade."
MARX, Karl. Manifesto Comunista, 1848.
O trecho acima, expunha um ponto programático presente nos movimentos socialistas do séc. XIX. Sobre estes movimentos é CORRETO afirmar que eles lutavam pela
a) igualdade social, a organização do operariado para a realização de uma revolução mundial e a supressão do sistema capitalista, da propriedade privada e da sociedade de classes.
b) criação de uma república corporativista, com a colaboração entre patrões e trabalhadores em harmonia social, sob a égide de um Estado forte e intervencionista no campo da produção e da propriedade.
c) melhoria das condições de vida dos trabalhadores, mediante a filantropia patronal e eclesiástica, anulando o conflito entre as classes e preservando a propriedade privada como direito natural.
d) garantia do direito ao trabalho mediante reformas econômicas liberais que levariam ao crescimento industrial, à maior geração de empregos e à generalização da propriedade privada.
e) Nenhuma das respostas




terça-feira, 10 de julho de 2012

Cem Anos de Jorge Amado

Em 2012 comemoramos cem anos de Jorge Amado. Para homenageá-lo o carnaval da Bahia, assim como escolas de samba do Rio de Janeiro escolheram a sua vida e obra  como tema.
Em São Paulo, a exposição no museu da Língua Portuguesa está homenageando o escritor baiano.
Você já leu alguma obra deste autor? O que achou? Faça comentários.
Um abraço,
Pró Ademilde

Vídeo Luiz Gonzaga


Bom Dia! Assistam ao vídeo indicado, pesquisem sobre a seca no Nordeste em 2012 e façam comentários associando o vídeo e a pesquisa realizada em jornais, sites, revistas etc. Observação: Cite a fonte pesquisada ao fazer comentários.


sábado, 30 de junho de 2012

Atividade com Músicas de Luiz Gonzaga

Sertão Sofredor Luíz Gonzaga Composição: (Nelson Barbalho e Joaquim Augusto) - Falando: Ah, meu sertão véio sofredô! Terrazinha pesada da gota! Terra mole, vote... Quando chove lá, chove prá derreter tudo. A terra vira lama, a cheia acaba com os pobres, açudão pro mundo...Aquilo num é nem chuva, é dilúvio! E quando não chove é mais pior meu chefe! É o verão brabo! Torrando tudo, lascando, acabando com o que era verde! Home... Pulo verão no meu sertão, de verde só fica mermo pano de bilhar, óculo reiban e pena de papagaio! É um desadouro meu chefe! Ah, Sertão Veio sofredor! Inté Paulo Afonso, que era a redenção do Nordeste, virou coisa de luxo. Só está servindo móde iluminar as cidade grande. Cadê as fábrica? Cadê as industria? Cadê as coisa boa anunciada pro Nordeste? E se vier outra seca lascada? Ah! Ah! È uma praga meu chefe... _______________________________________________________________________________________ O Andarilho Luíz Gonzaga Composição: (Dalton Vegeler e Orlando Silveira) Caí do céu por descuido Se tenho pai, num sei não Venho de longe,m seu moço Lugar chamado sertão Vivo sozinho no mundo Zombei da sede, zombei Cortei com minha peixeira Todo mal que encontrei Fui caminhando, enfrentando As terras que o sol secou Até chegar a cidade Dos homens que Deus olhou Que o Santo Padre perdoe A triste comparação Melhor viver no cangaço Que a tal civilização Brinquei com o mal, brinquei Sorrí quando matei Eu vím pra ser melhor Cheguei aqui, chorei } bis _______________________________________________________________________________________ Queixas do Norte Luíz Gonzaga Composição: (José Marcolino e Pantaleão) Ai doutor Venha ver o meu Nordeste Tão perseguido da seca Atacado pela peste É o que mais atormenta Desde o sertão ao agreste O caboclo nordestino Faz a sua devoção } bis Pra se livrar do inseto Roga a São Sebastião Padroeiro da lavoura Defensor da plantação Venha ver minha choupana É de cortar coração Este caboclo sofrendo Por falta de proteção E o que vem De lá pra cá seu dotô Na chega não Ai,ai, doutor Ai,ai, doutor Venha ver o meu sertão _______________________________________________________________________________________ http://www.ouvirmusica.com.br/luiz-gonzaga/1565380/#mais-acessadas/1565389 ________________________________________________________ Atividade: Análise uma das músicas de Luiz Gonzaga, dizendo o que mais chamou a sua atenção, se tem alguma relação com assuntos que já estudados em História ou outros comentários. Um Abraço, Professora Ademilde

Cem Anos de Luiz Gonzaga

A cidade de Irecê, a 478km da capital baiana, prepara-se para três dias de arrasta-pé. Os festejos juninos deste ano homenageiam um dos maiores símbolos da cultura nordestino: Luiz Gonzaga. O músico comemoraria, em 2012, cem anos se estivesse vivo. Por isso, sua carreira é especialmente lembrada neste São João. A partir desta quinta-feira (21) até o domingo (24), passarão pelo palco na praça pública do município artistas como Cangaia de Jegue, Waldonys do Acordeon, Zezo e Renato Fechine. Artistas locais também fazem parte da programação.http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/irece-entra-no-clima-das-comemoracoes-pelo-centenario-de-luiz-gonzaga/ Várias cidades do Nordeste homenagearam Luiz Gonzaga nas festas juninas. Se você participou dos festejos em homenagem ao Rei do Baião, poste comentários sobre esta experiência, o que achou da ornamentação, bandas, etc. Um abraço, Ademilde

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Pinturas






ENTREVISTADO UM:

Nome: Walter Souza (MANTRA)
Idade: 26 Anos
Trabalha?: Não, ensina.

Desde quanto você pinta ou faz esculturas?
14 Anos.

Onde você costuma expor os seus trabalhos?
Em muros e quadros

Seus trabalhos são reconhecidos?
Prefiro a crítica. Deixa a critério do público.

O que você procura pintar?
Pinturas realistas e surrealistas

Qual o seu sentimento para com a pintura?
Dedicação

O que você espera que alguém pense e reflita ao ver suas obras?
Espero que as pessoas reflitam o nosso cotidiano. A situação atual.

Você recebe algum incentivo por parte do governo e/ou ONGs?
Não

Qual a relação do seu trabalho com Itapuã?
Morador de Itapuã. No colégio, no largo de Cira.

Onde aprendeu a pintar?
Bom, força de vontade. Aprimoramento com o tempo.

Em média quantas pinturas você já fez?
Em média 500.

Conversnado com a Comunidade



ITAPUÃ
É bom
Passar uma tarde em Itapuã
Ao sol que arde em Itapuã
Ouvindo o mar de Itapuã
Falar de amor em Itapuã
(Vinicius de Moraes)
ITAPUÃ
Minha mulher não sabe , mas
…às vezes,vou sòzinho a Itapuã
Às vezes de dia,
quando o sol faísca
sobre a espuma
Aqueles cardumes cintilantes,
falsos peixinhos prateados,
feitos de luz
Outras vezes, de noite.
Digo que vou ao plantão
E lá vou eu prá Itapuã
A Lua verte sobre as águas,
as comportas do seu clarão – e,
mansa, passeia à tona,
seu manto dourado e morno,
tecido de serenidade e paz
A brisa vôa,
diáfana gaivota,
vem beijar-me sem decoro
E as pedras bramem ,
entre as ondas,
como búzios
e conchas ressonantes
Um canto provocante de sereias.
Ouço a magia das fadas,
vejo o vento sussurrar
Vem,poeta,
vem comigo,sentir
o enlevo do mar
A sereia de pedra,
da praia de Itapuã
A todo mundo
graficamente saúda:
bem-vindo,
wellcome,
bienvenuto,
soyez
bienvenu
Mas a mim,
faceiramente me disse:
eu não sou de pedra,
isso é pura fantasia
E,garanto,me cantou!
Desde então eu volto lá –
sinto um gozo de adultério,
ouço a magia das fadas,
vejo o vento sussurrar
Vem poeta,
vem comigo,
ter as sereias do mar.
Desde então eu volto lá.
Minha mulher não sabe…
Mas,às vezes,
vou sòzinho a Itapuã.

ENTREVISTAS
Nome: Naline Fonseca
Idade: 22 anos de idade
Quanto tempo mora em Itapuã: 22 anos
Estado Civil: Solteira
Filhos: Não tem

1. O que mais gosta em Itapuã?
R= Com certeza, a bela localização e por ser bem pertinho de tudo.
2. Quais histórias você sabe sobre o bairro?
R= Eu sei de uma história bem antiga onde os índios diziam que aqui tinha uma pedra que roncava e com isso eles passaram a chamar o local de Itapuã, que significa "pedra que ronca", sei apenas essa.
3. Se pudesse mudar alguma coisa, o que mudaria em seu bairro?
R= Com certeza tentaria acabar com a violência, o bairro se tornou muito violento e ainda mudaria o policiamento pra deixar as pessoas mais seguras em seus lares.
4. Na sua opnião o que mudou em Itapuã da sua chegada até hoje?
R=Como já disse o aumento da violência tem crescido muito, isso mudou muito com o passar do tempo. E ainda tem a questão ambiental a lagoa do Abaéte está secando pouco a pouco.

Nome: Josenildo Nunes da Silva
Idade: 47 anos de idade
Estado Civil: Casado
Quanto tempo mora em Itapuã: 28 anos
Filhos: 3

1. O que mais gosta em Itapuã?
R= A beleza da região, principalmente as belas praias daqui.
2. Quais histórias você sabe sobre o bairro?
R= Não muitas, mas que na praia existia um cemitério de baleias com ossos expostos na praia que chamava muito a atenção.
3. Se pudesse mudar alguma coisa o que mudaria em seu bairro?
R= Há, a criminalidade que está tomando conta do bairro, é necessario acabar com isso.
4. Na sua opnião o que mudou em Itapuã da sua chegada até hoje?
R= Tudo. Aqui era uma vila de pescadores e hoje é uma grande avenida que dá acesso a tudo que é lugar. Também a lagoa do Abaéte não era considerado um parque, mas apenas uma lagoa que está sendo deixada de lado.
5. Uma historia do bairro que você prensenciou?
R= A morte do ambientalista Antonio, que defendia a proteção do Parque do Abaéte.